E a noite seguiu, cada vez mais cheia.

“Putz… lotou”, pensei após contar as comandas. Havia mais gente que o Bistecão passado. Olhei para o Alemão, que com ar desesperado corria de pra lá pra cá com minha Malzbier… não tive coragem de chamá-lo. Decidi então sentar, olhar e esperar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: